Cidadão Alerta!

Entenda porque o seu voto é importante


publicada em 24 de fevereiro de 2015
Digite o texto aqui...



Entenda porque o seu voto é importante

Não jogue o seu voto fora.  Valorize o seu direito de escolher um candidato, mesmo que não seja àquele que gostaríamos de eleger, mas que é o menos pior entre todos.

Votando em branco ou anulando o seu voto você poderá estar ajudando candidatos que não merecem ser eleitos.

Veja como é feito a contagem de votos, conforme o Tribunal Superior Eleitoral tem procurado esclarecer, e veja também o vídeo produzido pela Sociedade Ambulante (www.sociedadeambulante.com), que esclarece com muita propriedade como funcionava o processo eletivo, com a contagem de votos válidos e exclusão dos votos em branco e nulos.

Veja que voto anulado por vontade própria ou erro dos eleitores, mesmo se em quantidade superior à metade do eleitorado, não invalida a eleição. Se o eleitor não vai à urna ou vai e vota nulo, ela não manifesta a sua vontade em relação a nenhum dos candidatos. Isto poderia até ser um voto de protesto, mas as regras constitucionais brasileiras dão peso "zero" para esse voto de protesto e ele não é considerado para o resultado das eleições.  

A confusão ocorre por uma interpretação equivocada do artigo 224 do Código Eleitoral, que prevê a necessidade de marcação de nova eleição se a nulidade atingir mais de metade dos votos do país. O grande equívoco dessa teoria reside justamente no que se identifica como “nulidade”.

De acordo com o TSE, essa nulidade não representa os votos nulos ou brancos - mas, sim, a votação em decorrência de fraudes, falsidades, coação, interferência do poder econômico e desvio e abuso de poder, além de propaganda ilegal que beneficiem um candidato em uma disputa majoritária. Assim, para que um pleito seja considerado inválido, provocando nova eleição, é preciso que mais de 50% dos votos sejam declarados nulos pela própria Justiça Eleitoral.

Outra possibilidade de anular o pleito é o indeferimento do registro de candidatura de determinado candidato, por estar ele inelegível ou não estar quite com a Justiça Eleitoral - ou cassação do mandato do candidato eleito com mais de 50% dos votos válidos.

Como os votos brancos e nulos na apuração final são descartados, estes podem, na verdade, ter o efeito contrário ao desejado pelos eleitores insatisfeitos com os atuais candidatos. Isso porque, na prática, implicam um número menor de votos válidos necessários para um candidato se eleger, o que pode beneficiar candidatos indesejados.

Se você quiser saber mais sobre o seu candidato acesso o site “Eleições 2014 – mapa dos candidatos”, no seguinte link: https://candidatos.withgoogle.com/?utm_source=Google_Search&utm_medium=Eleicoes&utm_campaign=Eleicoes.

Click aqui e veja o vídeo:

https://www.google.com.br/search?q=video+voto+nulo&oq=video&aqs=chrome.1.69i57j69i59j69i60l2j69i59l2.5688j0j4&sourceid=chrome&es_sm=93&ie=UTF-8

 


Versão para impressão  |  Envie para um amigo  |  Deixe seu comentário




Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››
CIDADÃO ALERTA - 2017